Fundão vence e aproxima-se do pódio

“Chapa 5” pela segunda vez consecutiva. Uma semana depois de ter goleado o Eléctrico de Ponte de Sôr por cinco bolas a zero, a Desportiva do Fundão voltou a agraciar os seus adeptos com nova vitória, desta feita frente ao Rio Ave e com o mesmo número de golos marcados. Márcio Moreira, Peléh, Eskerda e Gui (“bis”) marcaram na goleada por cinco a um aos vilacondenses.

Os donos da casa até entraram a perder no encontro, fruto de um golo de Lincon (de regresso ao Municipal do Fundão) ao quarto minuto de jogo, mas o marcador seria invertido ainda antes de estarem cumpridos dez minutos, cortesia dos tentos apontados por Márcio Moreira e por Peléh, jogador sub-20 que desviou para o fundo das redes após remate de Gui. Ao intervalo, o resultado assinalava uma vantagem miníma favorável à Desportiva que só pecava por escassa, importando reconhecer o árduo trabalho defensivo da formação vilacondense, empenhada em fechar os caminhos para a baliza à guarda de Sandro Barradas. Sempre com mais iniciativa, a Desportiva demonstrava alguma precipitação na hora de definir, sem que sentisse a sua vantagem ameaçada. Sempre que solicitado, Costinha, jovem chamado à titularidade na baliza da equipa beirã, respondia à altura.

O segundo tempo começou de feição para a Desportiva graças a um tento apontado pelo “suspeito do costume”: Gui, melhor marcador da Desportiva e top 5 na lista de “artilheiros” da Liga SportZone, encarregou-se de aumentar a vantagem local para 3-1 logo aos 22 minutos, antes do capitão Eskerda marcar e dilatar a diferença aos 24.

À entrada para os últimos dez minutos do encontro, a equipa técnica do Rio Ave optou por lançar o 5×4 com Arnaldo a assumir o posto de guarda-redes avançado, mas sem resultados em termos práticos, importando destacar uma bola enviada por Fred Torres ao poste. A quatro minutos do fim, Gui estabeleceu o resultado final e a plateia do Municipal do Fundão ainda assistiria à entrada de Fábio Mota no desafio – resgatado ao Boa Esperança no mercado de inverno – e Rafael Freire, atleta sub-20 que ajudou a Desportiva a assegurar a manutenção no campeonato nacional da categoria.

A segunda vitória consecutiva na Liga SportZone permitiu à Desportiva encurtar a distância em relação ao terceiro colocado Modicus para três pontos, ainda que o SC Braga/AAUM, a um ponto dos fundanenses, tenha menos um encontro disputado. O Rio Ave não conseguiu dar sequência ao triunfo do Burinhosa e é cada vez mais último, estando agora sete pontos abaixo da linha de perigo após o triunfo do Viseu 2001 em Ponte de Sôr.

In Futsal Global

Ficha de Jogo